Sarau no Vicentina Aranha discute importância do tombamento histórico

Sarau no Vicentina Aranha discute importância do tombamento histórico

Sarau no Vicentina Aranha discute importância do tombamento histórico

Nesta quinta-feira (18), a partir das 19h, a Ajfac (Associação Joseense para o Fomento da Arte e da Cultura) promove no Parque Vicentina Aranha mais um sarau filosófico. Com o tema “O uso e a ocupação de patrimônios tombados”, o encontro vai discutir o tombamento histórico e a importância desse processo para a preservação da identidade do patrimônio. Os participantes iniciarão o debate usando como referência o Vicentina Aranha e a Igreja de São Benedito, ambos patrimônios tombados pelo Estado em São José dos Campos.

Segundo o historiador da Ajfac, David Rangel de Albuquerque, essa edição do sarau tratará com os presentes como a utilização do espaço para fins diversos é importante para fundamentar a história do patrimônio. “Pretendemos mostrar para o público que o tombamento é um processo essencial para manter e construir a identidade cultural de um lugar. Não basta apenas preservar, temos que utilizar determinado espaço para difundir ideologias, como fazemos no parque com a cultura e a arte”, ressalta.

Conduzirão o debate o arquiteto e coordenador do curso de arquitetura da Univap (Universidade do Vale do Paraíba), Fábio Almeida, o mestre em restauro pela Universidade Federal da Bahia, Felipe Ferri e a diretora de patrimônio da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, Rosana Tavares.

Os saraus no Vicentina Aranha acontecem mensalmente e tratam de temas que afetaram e influenciam até hoje a arte, cultura e comportamento da sociedade  mundial.

O sarau é aberto ao público. O Parque Vicentina Aranha fica na Rua Prudente Meirelles de Moraes, 302, Vila Adyana – São José dos Campos. Mais informações: 3911-7090.

Fonte: Código BR Comunicação – Assessoria de imprensa São José dos Campos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *