Para transformar a qualificação em resultados

Para transformar a qualificação em resultados

Para transformar a qualificação em resultados

Cursos de pós-graduação e MBA são ferramentas excelentes para ganhar o diferencial num mercado de trabalho cada vez mais concorrido, mas uma grande dúvida que permeia os profissionais é como fazer com que essa alta qualificação não se torne um empecilho, tornando-se overqualified e não conseguindo uma colocação ou uma recolocação no mercado de trabalho.

O professor da FGV para os MBAs executivos Luciano Salamacha explica que o profissional que souber transformar toda qualificação em resultados práticos terá garantida sua vaga no mercado o de trabalho.

Salamacha é autor dos livros “Salve-se quem souber” e “Seja Promovido, Seja Diferente” e atua também como palestrante, consultor de empresas e empresário, além de conselheiro de empresas nacionais e multinacionais.

Especialista quando o assunto é o diferencial no mercado de trabalho, ele explica que o profissional overqualified, ou hiperqualificado pode ser prejudicado caso não tenha capacidade de transformar todo o aprendizado adquirido em resultados. “Pessoas com alta qualificação devem ser capazes de transformar tudo aquilo que aprenderam em resultados práticos. Quando isso não se revela na carreira da pessoa, é mais que normal que o recrutador passe a buscar quais os motivos para que, mesmo com uma alta qualificação, o indivíduo esta disponível no mercado”, explica.

Uma dica que o especialista dá aos profissionais que se dedicaram intensamente na qualificação e agora buscam um espaço no mercado de trabalho é fazer um currículo específico para cada empresa. “Com isso, algumas informações podem ser selecionadas e até mesmo excluídas do currículo do candidato conforme a vaga que pleitear”, diz.

A hiperqualificação ainda não é um problema recorrente no Brasil, muito pelo contrário. Segundo uma pesquisa divulgada no último mês pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), 65% das empresas industriais brasileiras sofrem com a falta de pessoal qualificado. O número é similar ao de uma pesquisa desenvolvida no primeiro semestre deste ano pela ManpowerGroup, uma das principais empresas mundiais em gestão e contratação de pessoas, que mostrou que 68% dos empregadores brasileiros (foram cerca de 750 entrevistados) têm dificuldades para preencher vagas em suas organizações devido à falta de qualificação.

Se ainda assim o profissional tiver dificuldade de encontrar um emprego que valha a pena, uma solução é utilizar todo o conhecimento para gerir e desenvolver o próprio negócio.

Mais informações:
Tel: (12) 3924.8524
Email: info@conexao.com / imprensa@conexao.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *