Santa Casa de São José promove mesa-redonda para gestores hospitalares

Santa Casa de São José promove mesa-redonda para gestores hospitalares

Santa Casa de São José promove mesa-redonda para gestores hospitalares

 

Nesta quinta-feira, dia 28 de novembro, a Santa Casa de São José dos Campos recebeu em seu auditório diversos gestores e líderes de hospitais da região, com o objetivo de debater os desafios e estimular iniciativas para a melhoria da administração de hospitais filantrópicos.

Para debater o tema “Sistema de Gestão Integrada e Auditoria em Enfermagem”, os presentes contaram com a presença de Gilberto Brina (foto), renomado administrador hospitalar, especialista em Sistema de Gestão Integrada (ERP), Diretor Superintendente da Santa Casa de São Carlos e presidente da LDP Consultoria Empresarial. Participaram da mesa redonda diretores clínicos e técnicos, superintendentes, administradores e gestores de enfermagem dos hospitais filantrópicos do Vale do Paraíba.

Brina destacou a importância de uma gestão integrada para uma administração eficaz. Ele explicou que na gestão integrada é necessário combinar processos, procedimentos e práticas e afirmou que a visão do gestor deve ser ampla e abranger todos os setores.

Os benefícios de uma gestão integrada se traduzem na economia de tempo e custo, melhoria da qualidade, realização de objetivos e metas, transparência de processos internos, além da satisfação de clientes, funcionários e sociedade. “Nós devemos sempre trabalhar a prevenção das falhas e não a correção. Os gestores devem manter sempre o foco nos objetivos e nas metas, que devem estar bem claras e ser alcançáveis”, afirma.

Sobre a Auditoria de Enfermagem, o enfoque foi nos processos para que o paciente tenha a melhor assistência e com segurança.

Benjamin Bueno, Primeiro Secretário da Mesa Provedora da Santa Casa de São José dos Campos, responsável pela realização do evento, frisou a importância da discussão do tema. “Em um hospital filantrópico, trabalhamos sem recursos financeiros e por isso os gestores devem ser altamente capacitados para trabalhar com o nosso capital, que é humano”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *